Gravidez Ectópica – O que é? Quais são os sintomas e tratamentos?

1

A gravidez ectópica, também conhecida como gravidez nas trompas, é um problema grave no qual o óvulo fecundado começa a se desenvolver fora do útero. De cada 100 gestações, uma é ectópica.



O que é a gravidez ectópica?

A gravidez ectópica é uma situação perigosa, na qual o feto não se desenvolve no útero, mas sim nas trompas de Falópio. O bebê não consegue sobreviver a estas condições e a gestação não vai para frente.

A mulher acaba sofrendo com uma gravidez ectópica quando o movimento do óvulo fertilizado é retardado, ou seja, o embrião não consegue chegar ao útero para se desenvolver e para nas trompas. Em casos raros, a gravidez ectópica também acaba acontecendo no ovário, no colo do útero ou na região do estômago.

Diversos fatores podem prejudicar a movimentação do óvulo fecundado, como infecção anterior nas trompas, cirurgia ou gravidez ectópica anterior. O problema também pode estar associado à endometriose, aos defeitos de nascença nas trompas, às complicações de um apêndice rompido ou a uma cirurgia pélvica.

Gravidez Ectópica - Conheça os riscos.

Gravidez Ectópica – Conheça os riscos.

Alguns fatores aumentam o risco de gravidez ectópica, como idade superior a 35 anos, muitos parceiros sexuais, uso do DIU por muito tempo, fertilização in vitro e tabagismo.

gravidez-ectopica-

Sintomas da gravidez ectópica

A gravidez ectópica apresenta alguns sintomas típicos, que acontecem entre a 5ª e a 10ª semana de gestação, como sangramento vaginal volumoso, náuseas, dor lombar, dor forte e persistente dos lados do abdômen, transpiração, tontura, desmaio, dores no ombro, dor ao urinar e sensibilidade nos seios.

Se a mulher sentir qualquer um dos sintomas apresentados acima, ela deve procurar ajuda médica imediatamente. Para ter certeza de um diagnóstico, alguns exames serão solicitados na consulta, como culdocentese, ultrassom transvaginal, teste de sangue, laparoscopia, laparotomia e contagem de leucócitos.

 

Tratamento para gravidez ectópica

A gravidez ectópica não pode continuar até o parto. O embrião precisa ser removido das trompas para salvar a vida da mãe. Se a trompa já tiver se rompido, a mulher é levada imediatamente para a sala de cirurgia.

A ruptura da trompa pode causar choque na mulher e se transformar numa situação de emergência. Os tratamentos possíveis para esse caso são: transfusão de sangue, oxigênio e líquidos administrados por via intravenosa. Nos casos mais graves, o médico precisa retirar a trompa de Falópio.

Se a trompa ainda não se rompeu por causa da gravidez, é possível planejar a cirurgia com mais calma. De qualquer forma, não dá para fugir do tratamento cirúrgico.

Este Artigo foi útil? Avalie:
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (109 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Leave A Reply