Category

Gravidez

Category

Quando se fala em Diabetes Gestacional, tem-se em mente, que se trata de uma doença que acomete grande parte da população mundial.

Contudo, em menor incidência ocorre à chamada diabetes gestacional e, como o próprio nome sugere, ocorre durante o período de gestação.

Como qualquer mulher pode desenvolver esse quadro, é importante que o acompanhamento médico seja intensificado.

 

Diabetes Gestacional: quais os sintomas?
Diabetes Gestacional: quais os sintomas?

Sintomas de Diabetes Gestacional

Alguns dos sintomas que podem ser observados são:

  • Aumento da sede;
  • Vontade e quantidade de urina expelida
  • Fome;
  • Visão turva.

Se estiver com 25 anos ou mais e percebeu uma diminuição de tolerância à glicose e obteve um grande aumento de peso é recomendável buscar a orientação do seu médico para verificar quais são as causas.

Possíveis causas da Diabetes Gestacional

Ainda não há estudos científicos suficientes para explicar sobre as suas origens e causas.

Uma hipótese bastante interessante é que, durante a gravidez, a placenta produz altos níveis de variados hormônios que, em sua grande maioria, prejudica a ação da insulina nas células ocasionando um aumento no nível de açúcar no sangue.

Deste modo, à medida que o bebê se desenvolve e cresce na barriga da mãe, aumenta-se a produção de hormônios pela placenta.

Nos casos de ocorrência de diabetes gestacional os hormônios da placenta provocam um aumento tão significativo do açúcar no sangue que pode afetar diretamente tanto o crescimento quanto o bem-estar do bebê.

Tratamento de Diabetes Gestacional

Se você foi diagnosticada com esta enfermidade deve-se atentar aos cuidados especiais para que o tratamento seja eficaz:

  • Durante todo o período de gestação verifique a quantidade diária de açúcar no sangue. Monitore os níveis entre 4 e 5 vezes, sendo uma em jejum pela manhã e as demais após o termino das refeições.
Alimentação saudável é fundamental
  • Uma dieta saudável que inclua, em seu cardápio, legumes, frutas e grãos integrais. Evite os carboidratos, inclusive os doces que são altamente prejudiciais.
  • Consulte com um endocrinologista ou nutricionista para que possa criar um plano de alimentação melhor adequada a você e que possa te acompanhar.
  • Praticar uma atividade física regular que lhe proporcione bem estar, promova a redução do nível de açúcar no sangue e aumente à sensibilidade das células à insulina, ou seja, o seu corpo passará a produzir uma menor quantidade de insulina necessária para o transporte do açúcar.
  • O uso de medicamentos para o controle da insulina no corpo humano. Quando necessário o seu médico vai te indicar a aplicação de injeções para que abaixem o açúcar no sangue ou em alguns casos poderá fazer a ingestão do medicamento por via oral.
Às vezes é necessário tratamento com remédios
Às vezes é necessário tratamento com remédios
  • Monitoramento por ultrassom constante. Alem de você é importante e necessário saber como está à saúde do bebê, o seu crescimento e desenvolvimento.

Em alguns casos, por medida de segurança o seu parto pode ser até antecipado.

Informações adicionais…

Para ter uma boa gestação e sem complicações como o diabetes gestacional faça exames periódicos regulares principalmente entre as semanas 24 e 28 onde há maior possibilidade de ocorrência da enfermidade.

Embora as causas deste tipo de diabetes sejam ainda desconhecidas, a maioria dos bebes nascem saudáveis. Mas, para isso é necessário que haja rigoroso controle dos níveis de açúcar no organismo como monitoramento constante.

Mesmo após o seu nascimento, o bebê deverá passar por exames e monitoramento do seu nível de açúcar no sangue diversas vezes ao dia e nas semanas seguintes.

Você já ouviu falar sobre Relactação? É uma técnica ou método recomendada as mães para aumentar a quantidade de leite artificial pelo bebe que está próximo do peito da mãe pronto para mamar só que por meio de uma sonda.

relactacao o que e

Esse procedimento tem como intuito auxiliar a mãe a produzir novamente o seu leite. Em muitos outros casos é utilizada para aumentar e manter um vínculo maior e melhor entre a mãe e o filho, em especial, os prematuros.
Se não houver uma sonda ou o bebê não aceitá-la pode substituir por um pequeno copo, seringa ou mesmo uma mamadeira. O ideal é contar com um kit de relactação que oferece todo o material pronto e preparado.

Relactação funciona mesmo?

O pediatra poderá indicar para os casos em que o bebe nasceu de forma prematura e que precisou ficar internado por um determinado tempo. Também é indicado para as mães que produzem pouco leite ou não possuem disponíveis em seu organismo.

Todavia, é importante ressaltar que essa técnica traz resultados a partir de duas semanas de realização correta. Mesmo que a produção do leite comece a aumentar a mãe não deve oferecer a mamadeira ao bebê, mas sim, aos poucos restringir o leite por meio da sonda.

Como fazer a relactação?

relactacao bebes

Para realizar esse procedimento você devera fazer o seguinte:

  1. Ter uma mamadeira;
  2. Comprar uma sonda de numeração 4 ou 6, que é facilmente encontrada em lojas que comercializam produtos e equipamentos médico-hospitalar. Procure comprar varias quantidades desse item para poder descartar com mais praticidade;
  3. Colocar o leite artificial na mamadeira (ou se preferir a seringa ou copinho);
  4. Coloque uma ponta da sonda no bico da mamadeira ou adapte a seringa;
  5. Coloque a outra ponta da sonda bem perto do mamilo e fixe com uma fita adesiva;
  6. Por fim, coloque o bebê no colo para fazer a amamentação.

    É importante observar que o vasilhame utilizado para armazenar o leite deve estar acima da mama e nunca no seu colo. Deste modo, o leite descerá fácil e rapidamente pela sonda.

Em quanto tempo posso fazer a relactação?

A Relactação pode se estender e ser feita por mãe adotiva.

Os bons resultados que possam surgir daí demonstram que, possivelmente devido à função hormonal, pode submeter o bebê a essa técnica mesmo que ele já tenha deixado de mamar no peito por algum bom tempo.

É importante salientar que para se ter maiores resultados a mãe, durante o processo, mesmo que ela use a mamadeira para o armazenamento do leite não deve utiliza-la para amamentar diretamente a criança. Se assim o fizer o bebê poderá preferir mamar pelo objeto a através do seio da mãe.

Relactação com Sonda

Disse anteriormente que não se deve deixar a mamadeira no colo, mas acima do peito para que o leite flua melhor pela sonda. Contudo, você poderá deixa-la um pouco abaixo do nível da boca da criança par que ele force a sucção do leite e assim se acostume com um fluxo menor ou mais lento do leite ao sair do peito.

relactacao
Durante a realização do procedimento aproveite e aperte, de vez em quando, a sonda com sua unha para interromper brevemente o fluxo do leite. É uma forma de testar a reação do bebê e verificar se ele está acordado ou prestes a dormir.

Não ofereça ao bebê chupetas, alem de não auxiliarem neste processo podem causar má formação da arcada dentaria.

Procure tirar sonecas com o seu bebê par que assim possam afinar o vinculo entre vocês e que lhe trará maiores benefícios no processo de relactação. E quando menos imaginar, você não precisara mais recorrer a este método. Estou torcendo por você. Que tal deixar o seu comentário abaixo?

Atualmente, uma das doenças que mais afeta os brasileiros é a azia. Dentre as causas, a principal é o estresse seguido por uma alimentação desregulada. A azia nas mulheres também pode ser um sinal de gravidez. Para aliviar esse mal, muitos medicamentos são usados mas neste artigo falaremos exclusivamente de um deles: o omeprazol. Para saber mais sobre omeprazol na gravidez leia até o final.

Uma explicação para este sintoma de azia é muito vasta, mas a principal causa dá-se a respeito das recorrentes alterações hormonais e físicas no corpo da mulher grávida. Além também do resultado do aumento do útero que ocasionalmente pressiona o intestino e estômago, fazendo com que volte o suco gástrico para o esófago.

 

omeprazol na gravidez
Como tomar Omeprazol na Gravidez? Veja bula, indicações, contra-indicações.

Omeprazol Bula

Trata-se de um medicamento produzido por diversos laboratórios, muitas vezes de forma genérica. Sendo que são dispostos ao público em formato de cápsulas gastro-resistentes com dosagens de 10, 20 ou 40 miligramas, sendo em embalagens com 7, 14, 28, 56 ou até mesmo 60 comprimidos.

O omeprazol na gravidez são feito para serem gastro-resistente, pois o mesmo pode sofrer alterações na presença do ácido gástrico. Com essa formulação, o medicamento consegue tamanha eficácia.

Efeitos Colaterais do Omeprazol (Na gravidez e fora)

Embora não apresente efeitos colaterais extremamente fortes e não frequentes, o omeprazol pode ocasionar náuseas, flatulência, diarreia transitória, sonolência, fraqueza, insônia, rash cutâneo, dor muscular, gastroenterite e também vômitos.

Quando o tratamento é feito por um longo período com este tipo de medicação pode haver o aparecimento de cistos glandulares gástricos benignos com intensidade leve e reversíveis após a conclusão ou parada do tratamento.

Indicações do Omeprazol

O omeprazol é um remédio indicado para o tratamento de vários problemas como úlcera duodenal, esofagite de refluxo, úlcera gástrica e síndrome de Zollinger-Ellison.

Com o objetivo de evitar o agravamento do quadro clínico do paciente, o omeprazol também pode ser usado juntamente com antibióticos para cura da úlcera péptica.

Preço do Omeprazol

O omeprazol é um medicamento no qual a venda é apenas realizada sob porte da prescrição médica. Portanto, não vai ser fácil conseguir compra-lo sem nenhum tipo de documento.

Os preços do omeprazol variam muito de acordo com farmácia e fabricante. Existem várias opções de omeprazol: os genéricos e os fabricado pela PharmaCheck, Genfar e EMS.

Está com alguma dúvida sobre omeprazol na gravidez? Diga-nos na área de comentários para que possamos solucionar seus problemas o mais rápido possível.

Omeprazol na Gravidez – Como tomar? Pode?

A gravidez é um dos momentos únicos na vida feminina, pois trata-se de uma fase de longas descobertas e transformações, além também de um grande amadurecimento. Apesar disto, a gravidez traz consigo também diversos sintomas que incomodam bastante algumas mulheres.

Como disse acima, geralmente às mulheres que tem azia na gravidez tomam um medicamento chamado omeprazol. Embora a medicação na gravidez não seja muito recomendada, este é o que mais faz sucesso entre as mulheres gravidas quando possui aquela sensação de azia e queimação na região da garganta.

omeprazol na gravidez pode? Veja como tomar
Omeprazol na Gravidez pode? Confira no nosso artigo.

O omeprazol pertence a categoria de risco na gravidez de letra C, portanto não deve ser ingerido por mulheres grávidas sem orientação médica, embora não haja estudos que comprovem os riscos de seu uso durante o período de gravidez.

Há quem acredite que sonhos não são apenas sonhos, mas sim mensagens enviadas de que alguma coisa está por acontecer em sua vida ou na vida de pessoas próximas. E isso não é diferente com mulheres, principalmente se aquelas que desejam serem mães estiverem no assunto. Ser mãe envolve cuidado e preocupação, além de muita emoção e alguns sentimentos como amor e carinho.

É muito importante que a mulher tenha responsabilidade para conceder a vida a outro ser e que também tenha certeza de que é isso que deseja. Sonhar com gravidez não necessariamente significa que um bebê está por vir, esse tipo sonho admite inúmeros significados e abaixo serão falados alguns destes.

Caso a mulher esteja realmente grávida, sonhar com gravidez interrompida significa preocupação com a própria saúde e a saúde do bebê, o que é bem comum durante a gestação. Já se a mulher está tentando engravidar, sonhar com gravidez significa a concretização do desejo para que isso se realize logo.

Normalmente sonhar com alguma gravidez que tenha passado despercebida, independente de quem, concretiza e simboliza algum medo que está crescendo e tomando conta do interior da pessoa. Por isso, o recomendado quando as pessoas têm esses sonhos é prestar atenção ao redor de sua vida, angústias, preocupações e problemas devem ser resolvidos logo, para que não cause mais medo na vida da pessoa.

  • Sonhar com homem grávido

    O QUE SIGNIFICA SONHAR COM GRAVIDEZ?

Sonhar com homem grávido está diretamente ligado a levar a vida de maneira equivocada, a excessos cometidos e também a falta de humildade. Se for o próprio homem que estiver sonhando que está grávido, significa que está acontecendo algo muito errado em sua vida, no entanto necessita de reparos urgentemente. Esse sonho ainda admite significados como o de algum fato importante que está sendo deixado de lado, porém necessita de atenção.

Como já citado acima, sonhar com gravidez não necessariamente significa necessariamente que um bebê está por vir. Muitas vezes sonhos com gravidez são mensagens que o subconsciente manda que significam que alguma ideia ou iniciativa boa e produtiva irá nascer e se desenvolver dentro da pessoa, e que ela deve aproveitar o máximo disso. Para obter sucesso com isso, a pessoa deverá se concentrar e se dedicar no processo de amadurecimento da ideia ou iniciativa.

De modo resumido, pode-se dizer que o significado de sonhar com gravidez é um sonho com duplo sentido. No caso de mulheres que sonham com gravidez, pode significar o desejo de ter um filho ou o medo do mesmo. Também pode revelar o surgimento e amadurecimento de ideias e iniciativas no interior da pessoa.

Já quando homens sonham com gravidez significa que esses precisam de humildade, que estão cometendo excessos ou até mesmo que estão levando a vida de um jeito errado. Sonhos de gravidez ainda podem significar que a pessoa está vivendo de modo correto, aproveitando o lado bom de todos os momentos que a vida a proporciona, ou também lucros ou percas inesperdas.

A mulher como todo mundo sabe é diferente do homem, tanto em aspectos fisiológicos, como emocionais. Da infância para a vida adulta o seu corpo sofre diversas modificações que lhe afetam diretamente em suas atividades. Por outro lado ela mesma é dotada de grande sensibilidade e capacidade de ver as pessoas e o mundo de uma forma muito peculiar através dos olhos da alma.

  • Como definir o período normal?

Depende da forma pela qual se compreende a extensão do assunto. As etapas ou ciclos da vida da mulher são específicos e por ora únicos.

  • Em que consiste o período normal?

Na existência e acontecimentos de características essenciais como a menstruação, a TPM, ovulação e monopausa.

  • Périodo Normal e Ciclo Menstrual – Entenda:

É o período que compreende a faixa etária entre os 10 e 50 anos de idade aproximadamente, onde a mulher libera a cada mês um fluxo sanguíneo com partes do tecido uterino (endométrio) que não foi fecundado para a gravidez. Desta forma o fluxo é liberado pela vagina durante um período de 3 a 6 dias aproximadamente.

Período normal

Como os músculos do útero se contraem para eliminar a menstruação é comum e ao mesmo tempo uma das características mais marcantes do período: a ocorrência de cólicas cuja intensidade pode variar para cada mulher e período.

  • TPM (tensão pré-menstrual):

É o período que antecede a menstruação e que provoca diversas reações emocionais e comportamentais na mulher cuja sensibilidade à deixa com os sentimentos a “flor da pele”. São comuns as reações de melancolia, irritação, ansiedade e choros compulsivos sem razoes aparentes. Este período de turbilhão de sentimentos cessa com a chegada a menstruação.

  • Ovulação (período fértil):

    Período normal

É o momento em que a mulher se encontra mais propensa a engravidar. Este período ocorre geralmente no 14º dia que antecede a menstruação e permanece por 06 dias em média. Neste momento o óvulo (que já está maduro) sai do ovário e caminha em direção ao útero por meio das trompas de falópio e se durante uma relação sexual o espermatozoide adentrar o interior da vagina irá de encontro ao óvulo para fecunda-lo e dar início a gestação.

Durante este período é comum à mulher sentir um aumento da libido e desejar praticar mais sexo do que em outros momentos, alem de liberar uma secreção pela vagina, cujo muco é vistoso e o leve cheiro desperta a libido também em seu parceiro.

  • Menopausa:

É o momento ou fechamento do ciclo fértil da mulher e que é visto como a preparação para a velhice onde não será mais possível gerar filhos, este período acontece por volta dos 55 a 60 anos de idade em média.

É comum as mulheres neste período de suas vidas reclamarem de alguns sintomas como ondas de calor (principalmente na cabeça), suores noturnos (tanto quente, quanto frio), problemas de sono (interrupções devido aos suores), secura vaginal (poderá sentir dor durante o ato sexual) e alterações de humor.

  • Considerações finais:

Como você pôde perceber a mulher tem o seu desenvolvimento baseado em ciclos, os quais possuem características únicas, entretanto, muitos homens dizem que é praticamente impossível compreender as reações das mulheres, porque eles desconhecem essas alterações profundas que até mesmo as mulheres, embora sintam, também possuem dificuldades de compreender. Para toda e qualquer situação é sempre bom relevar a situação.

 

O corpo feminino sofre diversas alterações durante a vida até mais profundas e fortes em relação às transformações masculinas, porem na gravidez pode ser bem mais acentuada, pois a gestante não está sozinha – existe um bebê em sua barriga que provoca diversas alterações.

O ganho de peso na gravidez é normal desde que são desejáveis desde que esteja de acordo com os cálculos do IMC (Índice de Massa Corporal), cujo calculo depende de fatores como tamanho e peso do feto que afetam diretamente a aquisição de peso dela.

O ganho de peso deve ser o suficiente para que a mãe ofereça os nutrientes necessários ao feto. O peso dela não deve ser nem a mais e nem a menos senão causará diversos problemas de saúde que poderão arriscar sua vida e da criança.

Qual é o peso ideal na Gravidez?

 

Ganho de Peso na Gravidez

A orientação medica costuma seguir os dados elaborados pela associação americana de nutrição que considera as medidas de acordo com as alterações provocadas no organismo como, por exemplo, o desenvolvimento e o aumento das glândulas mamárias, feto, útero e volume sanguíneo ou, em números:

Primeiro trimestre de gravidez = aumento de 1 a 2 quilos no total e depois aumento de 500 g a cada semestre. Porem nos últimos 3 meses de gravidez a mulher poderá adquirir de 0,5 a 1 quilo por semana, principalmente se estiver bem próximo do parto.

Como é calculado o peso ideal?

É através de uma formula matemática em que você pega o valor da sua altura e divide pelo seu peso. O resultado encontrado você multiplica pela sua altura, por exemplo:

Se tiver 55 quilos e 1,70 de altura você deve fazer o seguinte:

55/ 1,70 = 32,35

32,35 x 1,70  = 54,99

Com este resultado você poderá verificar quantos quilos poderá ganhar de acordo com seu índice:

  • Menos do que 18.5, poderá ganhar entre 12.5 a 18.0 kg;
  • Entre 25 a 29.9: de 7.0 a 11.5 kg;
  • Acima de 30: entre 5 a 9 kg.
gravida obesa
Obesidade na Gravidez pode oferecer riscos para a mamãe e o bebê.

Algumas observações

Você poderá ganhar entre 7 e 14 quilos no período de gestação, embora que quem for “magrinha” deverá ganhar mais peso do que mulheres que não são “tão magrinhas”. Agora se estiver esperando gêmeos é natural que ganhe mais 5 quilos.

Contudo, a maior parte do ganho de peso na gravidez ocorre entre o segundo e terceiro trimestre, onde é possível registrar um ganho semanal de 0,5 quilos.

Perigos com o ganho excessivo de peso na gravidez

O peso deve compreender a quantidade de quilos que são distribuídos uniformemente e que não causem problemas de saúde. Porem se estiverem abaixo ou acima de um nível estipulado por órgãos como a Organização Mundial da Saúde (OMS) deve-se procurar ajuda médica, caso contrário poderá sofrer com algumas consequências:

  • Poder somente fazer o parto por método cesariano;
  • Mulheres com pouco aumento de peso e inferior ao mínimo estipulado poderá gerar bebês pequenos e sofrer maiores chances de partos prematuros. Em contrapartida, mulheres com sobrepeso maior do que o limite permitido poderão gerar crianças com peso superior a 4 quilos;
  • Poderão desenvolver diabetes e hipertensão gestacional ou mesmo pré-eclâmpsia,
  • E, cada quilo que a gestante adquire fará com que o bebê aumente seu peso entre 16,7 e 22,6 gramas.

Considerações Finais

A gestante deve se preocupar com o peso durante todo o seu processo de gestação. Por ora, se ela tiver excesso de peso, além de sofrer perigos aqui apresentados poderá aumentar os riscos de diabetes, hipertensão e obesidade infantil no seu bebê. Todo cuidado é pouco!

Se você percebeu que sua menstruação está atrasada, que sente facilmente tontura, náuseas e enjoos, além de uma sonolência e cansaço acima do normal é bastante provável que tudo isso só pode se referir a uma coisa: gravidez!

Ainda que, olhando superficialmente, os sintomas de gestação possam parecer extremamente estranhos e desconexos tem, quando se observa melhor e com mais atenção, fundamentos que só a biologia pode esclarecer.

Confira neste artigo alguns dos principais sintomas que indicam a possibilidade de que você realmente possa estar grávida. Venha comigo.

#1 Sintoma de Gravidez: Azia

Conheça os principais sintomas de gravidez

Azia e até refluxo podem ser mais do que uma indisposição comum e sim indícios de uma gravidez uma vez que, a digestão fica mais lenta por causa do aumento de progesterona na corrente sanguínea e o acúmulo de gases intestinais que acaba por provocar a incômoda queimação na região do esôfago e da garganta.

#2 Sintoma de Gravidez: Vontade de comer a toda hora

O seu organismo poderá pedir mais comida a você, para ele e para o novo bebê. Existem casos em que mulheres se tornam compulsivas por alimentos e se não tiver cuidados adequados pode ganhar peso além do necessário.

Ainda que seu corpo esteja se modificando, o ideal é comer pouco, com qualidade e, de preferência, a cada 3 horas. Deste modo, se você possui um ritmo alimentar e, do dia para a noite passa a ter outro, deverá parar de comer e verificar de onde vem toda essa fome.

#3 Sintoma de Gravidez: Corrimento Vaginal

Conheça os principais sintomas de gravidez

O aparecimento de corrimento na calcinha, seu formato e textura podem indicar os níveis de possibilidade de gravidez. É importante observar se ele possui as seguintes características: se é leitoso, transparente, espesso e sem odor. Se a resposta for positiva é sinal de que você está grávida.

#4 Sintoma de Gravidez: Manchas na Pele

Também conhecidas como Cloasma. São pigmentos de manchas que surgem, principalmente, na região das maçãs do rosto. Isso ocorre devido ao aumento das taxas hormonais. Entretanto, o Cloasma pode regredir, quando não é muito intenso, depois da gravidez, caso contrário, poderá deixar manchas na pele. Em todo caso, é sempre bom usar protetor solar como forma de se precaver.

#5 Sintoma de Gravidez: Alterações de pele e cabelo

Assim que a gestação é iniciada o corpo da futura mamãe sofre diversas alterações, inclusive, a pele e os cabelos como, por exemplo, o aumento ou diminuição da oleosidade. E a explicação para tal fato são as alterações hormonais que afetam a mulher de diversas formas.

Caso perceba que seus cabelos e pele não estão com bom aspecto é bom verificar a possibilidade de que esteja grávida e, em caso afirmativo, consultar com o seu médico as melhores formas de se fazer hidratação para protegê-los.

#6 Sintoma de Gravidez: Inchaço no corpo

Também conhecido como edemas. São comuns, principalmente, nas pernas. No início a incidência é menor, mas com o desenvolvimento da gravidez pode aumentar. É importante observar se esse inchaço não será muito grande, senão poderá correr o risco de sofrer pré-eclampsia.

Os inchaços, de modo geral, são provocados pela dificuldade de circulação sanguínea do organismo e compressão que o útero realiza sobre as principais veias do corpo. Para evitar, é sempre bom fazer, ainda que pequenos alguns suaves movimentos como breves caminhadas.

Esses sintomas podem surgir rapidamente ou demorar, pois isso varia para cada mulher. Mas a maioria ocorre nas primeiras semanas devido a várias alterações provocadas no organismo. E você, já teve algum desses sintomas? Que tal compartilhar sua experiência nos comentários abaixo? Aguardo ansiosamente.

Se não conhece por este nome é provável que saiba por outro: o teste de ovulação que tem como objetivo auxiliar a mulher a ter maior certeza quanto à previsão ou possibilidade em que esteja ovulando, ou seja, em seu período mais fértil. Saiba como funciona o Teste de Fertilidade.

Existem diversos modelos que são facilmente encontrados em farmácias e drogarias e tem sido bastante utilizados devido à facilidade de se usa-los.

Nos Estados Unidos, onde provavelmente tenha sido criado é um dos testes mais recorridos pelas mulheres americanas, a seguir você conhecerá como funciona e quais são as marcas mais recomendadas.

teste de fertilidade online

Teste de Fertilidade – Saiba como funciona

Você utiliza este recurso com a breve amostra da sua saliva ou urina. Se for optar pela primeira terá que molhar o bastão do teste em sua saliva e em poucos minutos você conseguirá saber o resultado através da mudança de cor que é facilmente percebida, mas se por acaso preferir fazer o teste com a amostra de sua urina é só molhar nela o bastão do teste e observar, como no modelo anterior, qual será a mudança de cor que vai te indicar o resultado. Na própria embalagem do produto há a definição de cores que demarcam qual ou quais se referem a resposta positiva e a negativa.

Teste Caseiro de Fertilidade e Ovulação

Os testes de fertilidade podem ser manuais ou digitais, contudo, existe ainda uma opção mais simples conhecida como teste de fertilidade e/ou ovulação caseira. O teste caseiro consiste em verificar, através da introdução do dedo no interior da vagina e observar ao retira-lo, qual é a cor e a consistência do muco. O sinal de que você possa estar em período fértil é se esse mesmo muco está com o seguinte aspecto: fluido, transparente e até um pouco pegajoso. Em suma observe se ele parece com uma clara de ovo.

Teste de Fertilidade Confirme

É um dos melhores testes de ovulação, em que se utiliza a amostra de urina para realizar a avaliação do hormônio luteinizante, o famoso LH que poderá detecta-lo se a sua concentração for igual ou superior a 35mUI/ml. O próprio confirme disponibiliza uma tabela que auxilia, a saber, qual o dia correto para se começar o teste de acordo com o seu ciclo menstrual.

teste de ovulação confirme
Teste de Fertilidade Confirme conforme bula indica.

Você contará com 5 tiras para fazer o teste e que não precisam ser utilizadas em um único ciclo.

Desta forma é importante observar que o teste de fertilidade analisa os níveis de pico de ovulação produzidos através do hormônio LH, o qual é mais facilmente encontrado na urina, por outro lado é necessário mencionar que a produção de LH é também percebida em quantidades diferentes, em outros momentos do ciclo menstrual feminino. É claro que à medida que se aproxima o período mais propicio a ovulação o nível de LH é bem mais acentuado.

teste de fertilidade online
Metodologia do Teste de Ovulação Confirme

Teste de Fertilidade Online

Testes de Fertilidade Online não são indicados pois não possuem fundamentos científicos. Caso deseje saber a data em que está fértil em cada mês, confira a tabelinha fértil abaixo. Para mais informações, clique aqui!

tabelinha fertil

Um fato que deve ser considerado é que cada mulher possui um metabolismo que trabalha de forma única e especial e desta forma é possível que em seu ciclo o índice de LH ocorra em quantidades diferenciadas.

É importante que você conheça o seu ciclo para que possa fazer o teste corretamente, senão deverá buscar outros modelos de teste. Compreende?

 

A Doença de Rhesus também é conhecida como Eritroblastose que significa “broto vermelho” ou doença hemolítica e que pode atacar o recém-nascido. É importante que a mãe saiba que existe essa doença e seja bem acompanhada pelo seu médico que a oriente para maior prevenção.

doença-de-rhesus

Causas da Doença de Rhesus

Surge da incompatibilidade dos fatores sanguíneos da mãe e da criança, onde o dela é Rh negativo e do bebê é Rh positivo.
Uma das formas em que se pode ocorrer é através de transfusão de sangue onde a mãe pode receber o Rh positivo. Se o seu sangue entrar em contato com o do bebê produzirá os anticorpos que vão combater os antígenos presentes nas hemácias (Rh+).
Se houver uma segunda gestação, esses anticorpos podem ultrapassar a placenta e destruir os glóbulos vermelhos do sangue do bebê. Se ele tiver antígenos A ou B não será afetado. Contudo, os anticorpos anti-Rh só são produzidos em organismos com Rh- quando recebem as transfusões de sangue Rh+.

Sintomas da doença

Hoje a ocorrência da doença é muito baixa em relação há décadas atrás. Não há sintomas específicos que auxiliem na sua detecção imediata, a qual poderá ser através da sensibilidade da mãe ao fazer algum exame ou transfusão sanguínea.
O método de prevenção aplicado é o de injeções de imunoglobulina anti-d na mãe que poderá ser submetida no pré-natal ou se necessário durante o período de gestação. Esta injeção auxilia na remoção de células sanguíneas for RhD fetais.
Caso contrário, se não houver essa precaução e ocorrer a doença o único prejudicado é o bebê que, de acordo com o nível de gravidade, poderá ser acometido pela anemia, cor dos olhos e da pele amarelada (icterícia) e nos casos mais severos a criança poderá sofrer com retenção de líquidos, insuficiência cardíaca fetal e chegar a óbito.
Se a criança sobreviver poderá ter sérios problemas neurológicos e físicos em consequência do não tratamento realizado onde houve o acumulo de bilirrubina no cérebro que poderá afetar e ocasionar vários danos cerebrais, cegueira ou surdez.

É possível prevenir a doença de Rhesus?

Além da aplicação de injeção de imunoglobulina anti-d uma das opções mais utilizadas é o exame de ultrassom para verificar o estado de saúde do feto e se o mesmo não apresenta algum quadro de anemia ou falta de força muscular.

doença de rhesus
Doença de Rhesus, como previnir?

Doença de Rhesus Tratamento

De acordo com a gravidade do acometimento poderá ser indicado o uso de fototerapia, aplicação de solução de anticorpos ou imunoglobulina intravenosa por meio de injeção ou transfusões de sangue e o exame do liquido amniótico.
Devido à eficiência desses tipos de tratamento, assim como a realização de exames pré-natais e as vacinações tornou-se difícil encontrar novos casos da doença.

Considerações Finais

Ainda que a ocorrência seja muito baixa diante do histórico de uma doença que já vitimou tanto mães quanto filhos devem-se ter maior cuidado quando a gestante se encontra em uma segunda gravidez onde há maior propensão para o seu surgimento.
A preocupação deve ser acentuada somente quando o sangue da mãe é Rh negativo enquanto o do feto é Rh positivo, caso contrário, não com o que se preocupar.
O importante é que a gestante siga todas as orientações medicas para prevenir doenças e ter uma gestação sadia.

Se, tem uma coisa que provoca muito incomodo é a tal das estrias e quando uma mulher engravida aí que fica pior, pois com o alargamento do corpo e esticamento da pele fazem com que elas apareçam maiores e fortes.

Isso sem contar que, logo que surgem, há aquele desconforto, pois as mesmas coçam. Mas, ainda bem que existem soluções como o Bepantol Mamy, um creme adequado, como o próprio nome sugere, para tratar as estrias durante o período de gravidez. Você o conhece? Se não, leia este artigo até o final para compreender todos os benefícios que se pode obter com o uso correto desse medicamento.

>>>>Para comprar Bepantol Mamy online, clique aqui e acesse a drogaria Onofre onde encontramos os melhores preços: COMPRE AQUI COM DESCONTO.<<<<

Estrias na gravidez

Antes: por que as estrias surgem?

A nossa pele tem uma característica de elasticidade, tanto que ela se adéqua a mudança de tamanho e formato do nosso corpo, porém em situações de grande impacto como um emagrecimento ou aumento de peso realizado de forma muito rápida ela sofre imediatamente e pode responder a esse processo com uma sobra de pele (no caso do emagrecimento) e estrias (no caso de aumento de peso).

As estrias nada mais são do que a ruptura de determinadas camadas de fibras elásticas que, no inicio surgem na superfície da pele como cicatrizes avermelhadas (pois possuem sangue) e depois começa a se esbranquiçar. No caso da grávida os lugares mais comuns de seu aparecimento são a barriga, os seios e interior das coxas, embora também possa surgir em outras partes do corpo.

 

Conheça o Bepantol Mamy para tratar as estrias da gravidez
Conheça o Bepantol Mamy para tratar as estrias da gravidez

Bepantol Mamy: Indicações

É um creme indicado para o tratamento de estrias na gestante. Ele além de ser bom produto para o tratamento possui algumas outras vantagens como, por exemplo: não contem corantes e nem conservantes, é dermatologicamente testado e tem uma fragrância neutra o que não vai te provocar enjoos e vômitos por causa do odor.

Composição do Bepantol Mamy

A sua eficácia está associada a seguinte composição química:

Lipideos Cutaneos = mantém e protege a camada natural protetora da pele e a protege contra os possíveis agentes externos

Centella asiática = é uma espécie de planta que é responsável por produzir colágeno que é uma substancia importante e que contribui para uma melhor manutenção da firmeza da pele.

Dexpantenol e Glicerina = a junção desses dois elementos garantem a pele maior maciez, hidratação e firmeza.

Bepantol Mamy: Como usar?

A forma correta de utilizar o medicamento é passa-lo uma vez pela manhã e outra a noite nas regiões do corpo que são as mais frágeis para o aparecimento das estrias. Procure espalhar bem o produto para que o mesmo haja de forma mais eficaz no seu organismo.

O Bepantol Mamy pode ser utilizado em qualquer momento?

A recomendação dos dermatologistas, de um modo geral, é que você faça uso do produto logo no inicio da gestação e mantenha o tratamento durante todo esse período, assim você aumentará as “camadas” de proteção da sua pele. Entretanto, é sempre bom buscar uma recomendação médica para que possa te orientar, qual o procedimento que seja o melhor, para o seu tipo de metabolismo.

bepantol-mamy-cuidados-estrias

É importante ressaltar que o Bepantol Mamy não elimina as estrias existentes no corpo, mas sim previne a possibilidade de aparecimento de outras. Fique atenta e busque prevenir o quanto antes para não remediar o irremediável.