Category

Tentantes

Category

Existem diversos modelos de teste de gravidez para se verificar se você está ou não grávida, desde o exame de sangue, passando pelo famoso teste de gravidez de farmácia e chegando ao teste de gravidez online. Você já conhece como ele funciona ou já verificou se quando tinha alguma duvida ou suspeita “bateu certinho” com o resultado dado?

Como funciona o teste de Gravidez Online?

É um teste bem simples, geralmente com 10 perguntas que exigem respostas diretas entre “sim” e “não”, cuja probabilidade do resultado indica as possibilidades que a mulher submetida ao testes possa estar grávida ou não. Após perceber alguns sintomas de gravidez, já é indicado que faça o teste.

Teste de Gravidez Online
Teste de Gravidez Online: Aprenda como fazer

>>>>Compre seu teste de farmácia online, clique aqui e acesse a drogaria Onofre onde encontramos os melhores preços: COMPRE AQUI COM DESCONTO.<<<<

Teste de Gravidez Online Preciso e Seguro:

Responda num papel as perguntas abaixo. Elas são bastante seguras no que diz respeito a teste de gravidez online. Caso sua resposta seja SIM em mais da metade delas, é bem possível que esteja grávida. Sugerimos o uso de um teste de farmácia como o Grav Test para checar.

  1. Se sente cansada mesmo que tenha dormido a quantidade suficiente?
  2. Você reparou algum atraso ocorrido no seu ciclo menstrual?
  3. Houve aumento de sal temperatura corporal?
  4. Você percebeu se os seus seios estão mais sensíveis quando os toca e se também estão mais inchados do que o normal?
  5. Sente ou sentiu algum tipo de dor um mesmo uma sensação de rigidez nas costas?
  6. Tem sentido alguma vontade de vomitar durante o período da manhã e também se sente como se estivesse doente?
  7. Você tem urinado com mais frequência e/ou volume do que antigamente?
  8. Neste período tem percebido algum aumento no apetite, em especial, algumas determinadas comidas ou pratos?
  9. Tem reparado se o seu humor está oscilando mais e se sentido emocionalmente mais instável?
  10. Você está sentindo mais dores de cabeça?

Como os resultados do teste de gravidez online aparecem?

Após responder as 10 perguntas, o programa do site vai analisar as suas respostas para apresentar o resultado que pode ser da seguinte forma:

Em caso positivo: Aparecerá uma mensagem na sua tela dizendo que a resposta é sim. E como aquilo ali não passa de um teste, o próprio site ainda menciona na sua mensagem que “é muito provável que você possa estar grávida”, mas como você fez um teste o mesmo poderá apresentar um resultado diferente da realidade.

Em caso negativo: Aparecerá uma mensagem na sua tela dizendo que a resposta é não e, semelhante ao resultado anterior, o site vai informar que como aquilo é um teste, provavelmente você não está grávida, mas se quiser confirmar o resultado deverá visitar um médico para fazer exames mais específicos.

  • Considerações Finais

Esse tipo de teste é baseado nas respostas que você fornece simplesmente clicando nas palavras “sim” e “não” e como nem toda mulher que possa estar grávida apresente os sintomas comuns que possam confirmar a gravidez é sempre mais do que recomendável se certificar com um medico que lhe passará os exames a que se deve submeter e lhe fará vários outros testes e perguntas que serão definitivas para o diagnostico.

Você sabia que existem alimentos fundamentais para mulheres que querem engravidar? – Ser mãe é o sonho de muitas mulheres. Entretanto, muitas não percebem o quanto é importante adotar um novo padrão alimentar para estimular a fertilidade tanto em si própria quanto no homem.

Quando se passa a ingerir os alimentos certos, consequentemente melhoram-se as funções e a qualidade das células, e isso é excelente para uma gravidez. E se você já está quase roendo as unhas para saber quais são os alimentos que deve consumir para aumentar as suas chances de se tornar mamãe é só pegar papel e caneta. Anote aí!

Alimentos que aumentam as chances de engravidar

  1. Frutas Cítricas

8 alimentos que aumentam as chances de engravidar

São ricas em vitamina C e quando consumidas junto a algum alimento que seja rico em ferro facilita a absorção no organismo da gestante. Como exemplo, tem-se a laranja que é uma excelente fonte de minerais como vitamina A, cálcio, potássio e fósforo. Quando for consumir as frutas cítricas faça-o imediatamente, pois elas oxidam rapidamente.

  1. Feijão

O feijão é um dos alimentos nutricionalmente mais fortes porque é uma ótima fonte de ferro, zinco, vitaminas, fibras e proteínas, assim como substâncias antioxidantes que auxiliam no combate ao desenvolvimento de doenças degenerativas e certos tipos de câncer. Isso sem contar que o feijão é também um dos alimentos mais gostosos.

  1. Pera

Esta deliciosa fruta é rica em vitamina A e possui ação antioxidante. Além de promover boa sensação de saciedade e estimular a micção, a pera é ideal para a diminuição da pressão e para o tratamento de edema e hipertensão gestacional, ou seja, é um alimento que deve ser consumido antes, durante e após a gravidez.

  1. Tomate

O tomate é uma das melhores fontes de licopeno que nada mais é do que uma substância importante para a mulher, pois ele oferece benefícios como a regulação da produção hormonal e do ciclo ovulatório.

  1. Castanha do Pará

A castanha concentra uma boa quantidade de selênio e zinco. Ambas as substâncias são importantes para que haja certa quantidade de hormônios no organismo feminino que ocasionem a fertilização. Desta forma, você deve consumir pelo menos 3 castanhas por dia para obter bom resultado. E na gravidez, a castanha do Pará auxilia no desenvolvimento do feto.

  1. Atum

8 alimentos que aumentam as chances de engravidar

Tanto o atum quanto a sardinha são deliciosos peixes que oferecem boa quantidade de ômega 3 que é um importante ácido graxo essencial para a saúde humana em qualquer fase da vida. Ele é responsável por estimular a produção de hormônios sexuais mesmo após a gravidez. O atum poderá ser consumido sem exageros.

  1. Salmão

E por falar em peixe, o salmão é outra boa fonte de ômega 3, cuja ingestão recomendada para garantir o nutriente em níveis satisfatórios no organismo é entre 1 a 2 vezes por semana. Além disso, o peixe oferece duas importantes vitaminas: A (aumenta a produção de hormônios femininos) e a D (auxilia na ovulação), ou seja, contribui no equilíbrio hormonal do organismo.

  1. Leite

O leite é uma bebida nutritiva e rica em nutrientes, mas se você deseja engravidar deverá consumir o leite integral (um copo por dia) para auxiliar no transporte de hormônios e na manutenção do ciclo regulatório feminino. Já o leite comum acaba prejudicando, pois ele promove o aumento do desequilíbrio hormonal.

Agora que você já conhece os alimentos que ajudam a engravidar passe a inseri-los no seu cardápio e consulte regularmente o seu médico para checar a sua saúde. Boa sorte!

Tem alguma amiga precisando ler este artigo? Compartilhe-o com ela agora!

Na intenção de evitarem gravidezes indesejadas, algumas mulheres usam a tabelinha da fertilidade para não engravidar. Vale lembrar que esse método não é seguro. O recomendado mesmo é que ao praticar relações sexuais, a camisinha seja o contraceptivo, pois essa além de prevenir contra gravidezes indesejadas, evita que possíveis doenças sexualmente transmissíveis sejam passadas.

TABELINHA DA FERTILIDADE – COMO USÁ-LA PARA NÃO ENGRAVIDAR?

Para quem já tem confiança no seu parceiro, o uso de anticoncepcionais como contraceptivo é recomendado, mas esse deve ser ministrado de acordo com indicações médicas e também da bula, para que não haja nenhum problema. Em casos de extrema urgência, onde a camisinha foi esquecida e que a mulher não ministra comprimidos anticoncepcionais, a pílula do dia seguinte é uma opção.

Essa última opção deve ser usada somente em casos de urgência com um espaçamento de mais ou menos seis meses, pois o uso demasiado da pílula do dia seguinte faz com que o organismo da mulher se torne imune a esse contraceptivo.

A maioria das mulheres não tem conhecimento e acha a tabelinha da fertilidade algo muito confuso. No entanto, para construir a tabelinha basta anotar em algum papel o dia em que a menstruação da mulher costuma vir. Isso porque é através da contagem dos dias que a mulher poderá saber quando estará no período fértil e no período não fértil. Um ciclo menstrual normal – que é o período entre uma menstruação e a outra – possui de 28 a 32 dias.

Como funciona a tabelinha de fertilidade?

TABELINHA DA FERTILIDADE – COMO USÁ-LA PARA NÃO ENGRAVIDAR?

A mulher deverá então contar desde o 1º dia de seu ciclo até o 14º, e esse deverá ser marcado na tabela como o período em que seu organismo estará fértil. Já para marcar o período infértil, a mulher deve contar os dias em que sua menstruação desceu e os outros dias que sobraram. Lembrando que esse método – que não é considerado seguro – é indicado para mulheres que tenham seu ciclo menstrual regulado. As mulheres que possuem ciclo menstrual irregular devem consultar com um profissional e solicitarem que ele construa sua tabelinha da fertilidade.

Vale frisar que a tabelinha da fertilidade não evita que doenças sexualmente transmissíveis sejam passadas, sendo essas AIDS, Gonorreia, HPV e outras, e por isso que a camisinha é o método contraceptivo mais indicado.

Também há casos de mulheres que engravidam em qualquer dia de seu ciclo menstrual. Por isso utilizar a tabelinha como método contraceptivo – geralmente – não é indicado por ginecologistas, e também porque há diversos casos de mulheres com o seu ciclo menstrual regulado que engravidam utilizando esse método.

Há alguns outros métodos contraceptivos, como o Diafragma e o DIU, por exemplo.

  • O diafragma não é um método muito eficaz e pode ser inserido no fundo da vagina pela própria mulher cerca de 20 minutos antes de praticar a relação sexual.
  • Já o DIU é inserido no útero pelo ginecologista, esse se colocado de modo correto impede a passagem de espermatozóides e é indicado apenas para mulheres que já tiveram filhos.

No entanto os métodos contraceptivos mais eficazes continuam sendo o uso de anticoncepcionais por parte da mulher e o uso da camisinha. A mulher que desejar saber mais acerca do assunto deverá consultar um ginecologista.

O sonho de quase toda mulher e ser mãe. No entanto, por um motivo ou por outro, algumas infelizmente não conseguem engravidar e isso faz com que essas mulheres recorram a tratamentos que as ajudem a engravidar. É sempre importante lembrar que realizar um tratamento para engravidar nem sempre significa que a mulher irá engravidar.

Geralmente, três tipos de tratamento para engravidar são propostos às mulheres, dependendo do problema apresentado por ela. Esses três consistem em fertilização in vitro, inseminação intrauterina e relação sexual programada.

Para decidir qual tratamento se aplicará melhor em cada pessoa, serão necessárias consultas realizadas com um médico profissional que entenda do assunto e alguns exames indicados por ele mesmo. A duração desses três tipos de tratamento é exatamente a mesma: um ciclo menstrual completo. No entanto, o que os diferencia são as técnicas utilizadas.

Abaixo será falado sobre cada um desses três tipos de tratamento. Confira:

  • Fertilização In Vitro – Como funciona?

    Saiba tudo sobre tratamento para engravidar

Nessa técnica considerada extremamente complexa, os embriões são formados em laboratórios especialistas em reprodução humana.

Os óvulos da mulher são captados e fertilizados no laboratório, daí o nome “Fertilização In Vitro”, esses já são colocados com espermatozóides para que aconteça uma indução a ovulação e então a fecundação. Também há o método de fertilização através da ICSI, que consiste em uma injeção intracitoplasmática de espermatozóide, onde cada um desses é colocado dentro do óvulo.

Para ocorrer à coleta dos óvulos, a mulher deve estar sob efeito de anestesia no centro cirúrgico. Geralmente os espermatozóides inseridos dentro do útero são obtidos por meio da masturbação. Passados cinco dias mais ou menos, os embriões são depositados na região uterina da mulher. Algumas mulheres têm medo de realizar esse processo, mas não há necessidade, pois o mesmo não oferece dor alguma.

O procedimento de transferência dos embriões se dá pela introdução de um cateter com dimensões finas no interior do útero da mulher. O número de embriões que são transferidos para a mulher varia de acordo com alguns fatores, a idade e a saúde dela são dois desses. Passados mais ou menos dez dias da realização do processo de transferência, é recomendado que a mulher faça um exame para confirmar se este tratamento deu certo ou não.

  • Engravidando por Inseminação Intrauterina

    Saiba tudo sobre tratamento para engravidar

O tratamento de inseminação intrauterina consiste em induzir o processo de ovulação da mulher e preparar – em laboratórios especializados em reprodução humana – o sêmen fornecido pelo homem. Após esses procedimentos, o sêmen é inserido na região interior do útero da mulher. Esse é um dos tratamentos que tem mais sucesso, pois a chance de quem o realiza engravidar é consideravelmente alta.

  • Relação Sexual Programada para Engravidar

    Saiba tudo sobre tratamento para engravidar

O que ocorre na relação sexual programada é apenas a indução a ovulação. Ou seja, isso significa que medicamentos são utilizados para que o aumento de folículos – que são bolsas que carregam óvulos – no organismo da mulher durante o seu ciclo menstrual. É necessário controlar o crescimento desses folículos, e esse controle é feio por exames de ultrassom. Isso para que o momento exato da ovulação possa ser identificado.

Nem todas as mulheres sabem que estão grávidas. Apenas depois que os primeiros sintomas começam a surgir é que elas passam a se perguntar se estão grávidas ou não. Esses primeiros sintomas a serem observados envolvem inchaços nos seios, enjôos e náuseas, sono excessivo, tonturas e desmaios, dores de cabeça, cólicas e aquele famoso sintoma que confirma todas as dúvidas: o atraso menstrual. Através desses sintomas, a mulher pode saber se está grávida ou não.

No entanto, é necessário atenção para isso, pois em alguns casos esses sintomas não indicam gravidez, já em outros casos a mulher está grávida e não apresenta todos esses sintomas ou até mesmo, não apresentam nenhum sintoma. Devido a isso, para confirmar ou não confirmar a gravidez, é mais eficiente recorrer a testes de gravidez de farmácia, ao Beta HCG, a ultrassonografia de útero ou até mesmo a um exame de sangue.

Testes de Gravidez Caseiro

Algumas mulheres ao desconfiarem de uma possível gravidez optam por testes caseiros para saber se essa será confirmada ou não. Pouca gente sabe, mas existem inúmeros testes caseiros de gravidez que perpetuam de geração para geração. Existe o chamado “Teste da Fervura”, que consiste em por a urina em um recipiente de alumínio que não é mais utilizado e deixar que o mesmo ferva.

Se ferver de modo semelhante a que a água ferve, significa que o é resultado negativo. Se ferver como leite, com nata na superfície, significa que o resultado é positivo.

Já para aquelas mulheres que descartam a possibilidade de uma possível gravidez, o teste caseiro indicado é chamado “Teste do Cotonete”. Como o próprio nome fala, basta introduzir uma haste flexível (cotonete) na vagina e observar a coloração do mesmo. Se não houver coloração, não há sinal de menstruação. Se tiver coloração meio avermelhada ou rosa, significa que a menstruação está por vir.

SERÁ QUE ESTOU GRÁVIDA? QUAIS OS MÉTODOS UTILIZADOS PARA CONFIRMAR O RESULTADO?

No entanto, a credibilidade desses testes caseiros de gravidez não é comprovada, já que nem sempre os mesmos funcionam. Ao desconfiar de uma possível gravidez, é indicado que o primeiro passo que a mulher tome consista em procurar um ginecologista de imediato.

Cuidado médico

SERÁ QUE ESTOU GRÁVIDA? QUAIS OS MÉTODOS UTILIZADOS PARA CONFIRMAR O RESULTADO?

O médico a encaminhará para os exames necessários e assim confirmará ou não o resultado. Caso a gravidez seja confirmada, o médico já iniciará o pré-natal e a encaminhará para todos os exames necessários para garantir seu bom estado de saúde juntamente com o estado de saúde do feto.

É importante lembrar que durante uma gravidez a gestante deve ter acompanhamento médico. Isso é completamente necessário para assegurar as boas condições de saúde da gestante e de seu bebê e também, para que, se houver algum problema ou alguma doença, esses sejam descobertos e tratados logo no princípio, o que diminui drasticamente as consequências que a mãe e o bebê poderão sofrer.

Cuidados com a alimentação também são importantíssimos durante uma gestação, alimentos saudáveis, ricos em vitaminas, nutrientes e proteínas devem ser ingeridos pela grávida, já que o bebê necessita de tudo isso para se desenvolver de modo saudável ainda dentro da barriga. Cuidados com cosméticos usados devem ser redobrados, para que não haja o risco de haver uma reação negativa no bebê pelo cosmético conter algum elemento que será rejeitado por ele.

Muitos casais podem passar pela frustração do sonho de ter um filho, por conta de uma dificuldade natural que o corpo dela ou dele tenha para engravidar, seja por uma razão genética ou mesmo física.

Assim, para ajudar a descobrir qual o problema que leva um casal a dificuldade de ter um filho, existem milhares de exames, os quais, podem ser feitos para descobrir qual é a causa que leva a essa frustração no momento de uma mulher engravidar.

O recomendado é que o casal veja se uns deles é infértil, depois de mais de 1 ano de tentativas de engravidar, mas casos excepcionais, necessita-se buscar um médico antes, como nas situações, nas quais, a mulher tem mais de 35 anos de idade.

Exames de Infertilidade para o casal 

Saiba quais são os Exames para quem tem Dificuldade para Engravidar

Confira a seguir quais são os exames mais comuns para descobrir qual a dificuldade que o casal engravidar.

  1. História Clínica

Um primeiro processo, o qual, pode ser feito para descobrir o porquê que um casal tem dificuldades para engravidar é realizar a história a clínica desse par. Os fatores mais analisados pelos médicos são:

  • Há quanto tempo o casal está tentando engravidar
  • Se tem algum filho
  • Se já tiverem algum tipo de tratamentos e cirurgias no sentido de solucionar esse problema;
  • Frequência com que eles fazem sexo;
  • E o Histórico de infecções urinárias e genitais;
  1. Exame físico

Um segundo método usado para detectar a dificuldade de o casal engravidar é um exame físico, no qual, o médico vai analisar a forma dos órgãos sexuais, tanto do homem, quanto da mulher, para saber se essa não é a causa da dificuldade que esse casal tem de engravidar.

  1. Exame de sangue

Por fim, um terceiro método de se perceber uma dificuldade do casal engravidar é a avaliação hormonal, a qual, é feita através de um exame de sangue, detectando quais os níveis dos hormônios sexuais do homem e da mulher, tais como: estrógeno, a progesterona, os hormônios da tireoide e a prolactina.

Exames específicos para homens

Saiba quais são os Exames para quem tem Dificuldade para Engravidar

Além dos exames gerais no casal, é necessário que os homens façam exames específicos, para detectar se a dificuldade d engravidar não é a causada por ele. Alguns dos exames mais tradicionais são:

  1. Ultrassonografia dos testículos

Nesse exame, o médico consegue avaliar a saúde dos testículos dos homens, vendo se não há nenhum problema como cistos ou tumores.

  1. Espermograma

Um segundo método para avaliar se o homem não é a razão da infertilidade do casal é fazendo um espermograma, o qual, consegue captar a quantidade e a qualidade dos espermatozoides produzidos pelos homens.

  1. Biópsia de testículo

Por fim, uma última forma de testar a fertilidade masculina é fazendo uma biópsia de testículo, a qual, pode comprovar se os espermatozoides estão sendo bem formados e se há algum tipo de problema na ejaculação que o homem tem.

Caso esse exame comprove algo, duas soluções são a para o homem e a mulher poderem ter um filho são: a inseminação artificial e fertilização in vitro.

Exames específicos para mulheres

Saiba quais são os Exames para quem tem Dificuldade para Engravidar

Assim como existem exames específicos para descobrir a infertilidade dos homens, também existe técnicas para as mulheres. Vamos conhecer algumas delas:

  1. Ultrassom transvaginal

Uma primeira maneira de descobrir se uma mulher é infértil é realizando um ultrassom transvaginal, o qual, consegue perceber a presença de cistos nos ovários, endometriose e inflamações no útero, todos problemas, os quais, impedem uma mulher de ficar grávida.

  1. Histerossalpingografia

Um segundo exame muito comum feito por mulheres para detectar possíveis sinais de infertilidade é a histerossalpingografia, que consegue detectar fatores como trompas obstruídas, endometriose e alterações graves no útero.

  1. Laparoscopia

Por fim, um terceiro exame bastante realizado pelas mulheres para perceber a infertilidade é a laparoscopia, procedimento que consegue perceber qual a intensidade dos problemas nas trompas interinas e assim indicar um tratamento correto para essas mulheres, as quais, querem ter um filho junto com seus parceiros.

Como engravidar rápido

Para quem está tentando engravidar, a melhor maneira é investindo em alimentos saudáveis, além de evitar o estresse e a ansiedade. Dessa forma, a gravidez deve ocorre de maneira mais natural e instantânea.

 

O desejo de ser mãe nasce de forma natural na vida de uma mulher. E sabe-se lá por qual motivo. Quando isso acontece é porque, inconscientemente, é o momento certo! Algumas são mais ansiosas e querem engravidar o mais rápido possível, outras já não sentem tanta urgência, mas alimentam a preferência pela definição do sexo da criança. Isso já aconteceu com você?

Se tudo isso que lhe disse soa familiar ou conhece alguém que se “encaixa” nesse caso saiba que esse artigo é perfeito! Nos próximos parágrafos irei apresentar algumas dicas para que consiga engravidar logo e, se tiver preferência a ter primeiramente, por exemplo, uma menina como poderá aumentar suas chances de sucesso na gestação. Acompanhe-me.

Permaneça deitada após o sexo

Quer engravidar? Veja o que você precisa fazer!

Você já deve ter ouvido várias vezes, que as posições sexuais podem contribuir para a fecundação. E isso não é um mito, pois faz sentido. Certas posições podem facilitar a movimentação dos espermatozoides até o óvulo como, por exemplo, o famoso “papai e mamãe”.

Da mesma forma vale também para o momento “pós” sexo. Para facilitar o processo você deverá permanecer deitada por aproximadamente 15 minutos e não se limpar para que assim os espermatozoides possam logo alcançar o óvulo. Ou seja, aproveite esse momento ao lado do seu parceiro!

Utilize a Tabela Chinesa

Quer engravidar? Veja o que você precisa fazer!

A Tabela Chinesa tem se popularizado no Brasil, cujo sucesso lhe é atribuído devido ao fato que sua precisão de acerto é superior a 90%. Consiste em descobrir o sexo da criança. Como? Em primeiro lugar a mulher deve descobrir a sua idade lunar, a qual se refere à idade em que ela engravidou.

Com exceção dos meses de janeiro e fevereiro, se tiver nascido em algum outro você deverá somar a sua idade + 1. Ou seja, se você nasceu em março e tem 31 anos deverá fazer o seguinte cálculo simples: 31 + 1 = 32.

Depois deverá procurar, na coluna do número somado, o mês em que houve a fecundação e verificar qual letra ou cor aparecerá. M e azul significa menino e F e rosa significa menina. Mas e para quem nasceu em Janeiro e Fevereiro? Não soma com o numero 1. Pega a idade completada e faz a consulta direto na tabela.

Você pode estar agora se perguntando: mas o que você disse até agora serve para quem já engravidou e assim poderá saber se terá um menino ou menina? E eu te respondo: sim, isso é verdade. E ainda quem deseja engravidar e possui interesse que nasça um menino, por exemplo, poderá “se programar” através da tabela chinesa.

Faça exercícios regulares

Quer engravidar? Veja o que você precisa fazer!

A prática de exercícios físicos é muito importante, pois fortalece o organismo, o previne de doenças e é bom que o casal tenha este hábito que poderá ser mais um grande aliado na realização do sonho de se ter um filho.

As mulheres devem ter cuidado para não exagerar na quantidade de exercícios, caso contrário, poderá provocar problemas de fertilização. Mas se fizer de forma adequada e moderada permitirá que seu organismo “prepare” tudo para que a gravidez logo ocorra e quando isso acontecer você ainda poderá prevenir doenças como a diabetes gestacional. Não se esqueça disso!

Por outro lado, é bastante comum as mulheres que praticam exercícios os interromperem após a gravidez, mas isso não é bom. Se deve continuar praticando suas atividades, porém de forma mais amena devido à gestação, assim como cuidar do aumento do peso para não ter complicações durante e após a gravidez.

Espero ter te ajudado com este artigo. Posso agora contar com você? Compartilhe-o em suas redes sociais para que mais pessoas possam conhecer essas dicas. Cuide-se e até a próxima!

Para as mulheres que desejam engravidar de forma rápida, praticar relações sexuais durante o período fértil é uma boa escolha. Devido a isso, identificar os sintomas da ovulação – processo que torna possível o período fértil – se torna importante.

A maioria das mulheres não faz sequer ideia que existem sintomas que indicam que elas estão no período fértil e muito menos que esses sintomas realmente existam. No entanto, o corpo como um todo é um sistema realmente perfeito, que torna possível a observação e o conhecimento – através dos sintomas – de “eventos” que estão ocorrendo no organismo das pessoas.

Sintomas da Ovulação

QUAIS SÃO OS SINTOMAS DE OVULAÇÃO?

O primeiro passo a ser tomado para reconhecer os sintomas da ovulação deve ser anotar os dias em que a mulher estará no período fértil. O dia em que a menstruação costuma descer deve ser anotado, pois esse será o primeiro dia do ciclo da mulher. Após isso, a mulher deverá contar 14 dias, e então estará em seu período fértil. Ou seja, período o em que a ovulação irá ocorrer.

Datas propícias para engravidar/ Ovulação

No entanto, para aquelas mulheres que desejam engravidar, é recomendado que tenham relações sexuais nos três dias antes e também nos três dias depois do período fértil, pois, segundo especialistas, as chances de engravidar nesses dias são consideravelmente altas.

Teste de Ovulação

Para aquelas mulheres que possuem ciclos desregulados, o procedimento para reconhecer o período fértil se torna um pouco mais difícil, então elas devem procurar a ajuda de um especialista para que ele as possa indicar quando estarão em seus períodos férteis. Através da realização de uma ecografia transvaginal, a mulher poderá saber o dia exato de sua ovulação, independente se seu ciclo for regular ou não.

Entre os sintomas que indicam que a mulher está em período de ovulação, pode-se ressaltar o corrimento vaginal de muco elástico transparente, as dores abdominais, algumas fisgadas próximas a região do umbigo, temperatura corporal mais baixa, umidade extrema na área vaginal e o sangramento de escape. Enquanto estão em ovulação, as mulheres costumam apresentar pelo menos um destes sintomas.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS DE OVULAÇÃO?

O período de 11 a 16 dias após o primeiro dia da última menstruação é considerado por especialistas, como o melhor para quem deseja engravidar. Para isso, o período fértil deve ser calculado, e a mulher deverá praticar relações sexuais durante todos os dias que estiver no período, sem utilizar qualquer método contraceptivo. Se ela fizer isso, suas chances de gravidez aumentam, pois o espermatozóide pode sobreviver até quatro dias.

Caso a mulher queira saber o período de ovulação para evitar uma gravidez indesejada, estará utilizando o método da tabelinha, que não é considerado seguro. O melhor método para evitar uma gravidez indesejada, é utilizando contraceptivos. A camisinha e o anticoncepcional são os métodos mais utilizados.

É importante frisar que para garantir uma boa saúde da região íntima, a mulher deve iniciar suas consultas com um ginecologista a partir da primeira menstruação, quando ainda é uma moça. O pré-câncer deverá ser feito assim que perder a virgindade. As anormalidades que forem detectadas precocemente serão mais fáceis de tratar do que aquelas descobertas com tempos de atuação no organismo.

 

É natural que muitas mulheres, principalmente as mais jovens, sintam dificuldades em reconhecer, sem nenhum tipo de dúvida, os primeiros sinais positivos de uma gravidez. Alguns deles podem ser confundidos com sintomas que estão ligados a outros problemas como, por exemplo, as cólicas que são geralmente ligadas à menstruação.

Por outro lado, existe o fato que muitas mulheres logo desconfiam, devido aos sintomas considerados clássicos, como o desejo em comer determinadas coisas ou se sentirem enjoadas com os cheiros de produtos que eram até, algum tempo atrás, agradáveis. Mas essa mesma desconfiança pode se tornar objeto de dúvida, pois se pode perguntar se realmente estão grávidas.

Se em algum momento, algo semelhante lhe aconteceu é porque você sabe bem a resposta: havia o receio quanto à confirmação. Porém não há porque ficar assim neste artigo que tem, como finalidade, te apresentar os primeiros sintomas e por que eles surgem no seu corpo. Confira!

Gravidez e Primeiros Sintomas: Fome!

Gravidez: Tem como reconhecê-la nos primeiros sintomas?

Quem nunca disse: “Estou com desejo de comer chocolate” e alguém responder “Hum… Cuidado que isso pode ser gravidez”? Os desejos alimentares, desde os mais simples e comuns, como o caso do chocolate, até os mais estranhos como mastigar tijolos de construção possuem fundamento.

Geralmente quando a mulher sente desejo em comer algo é porque, de forma inconsciente, o seu organismo está pedindo algum nutriente que está em falta. No exemplo do tijolo, o pedido estranho se refere à necessidade de repor ferro. Assim sendo, não precisa correr atrás de um tijolo, basta somente comer feijão que, além de ser mais gostoso é rico neste nutriente.

Por outro lado, existem casos em que a mulher sente aversão a determinadas comidas ou mesmo aos seus cheiros. Isso acontece simplesmente pelo fato que ela está mais propensa a ter enjoos e náuseas, mas que não há deficiências ou excessos de nutrientes.

Olfato e Paladar diferentes

Se ao comer um brigadeiro você o sente mais doce que o normal, se ao beber um copo com água sente que o líquido tem gosto metálico ou ainda não sente direito o cheiro ou gosto de determinados produtos pode se atentar a grande possibilidade de estar grávida.

Lembre-se que, desde o inicio até o fim da gestação, o corpo da mulher está em constante alteração e os hormônios atuam em níveis diferentes o que provoca sensações as quais poderá estranhar, mas faz parte do processo.

Gravidez e Primeiros Sintomas: Tonturas

Gravidez: Tem como reconhecê-la nos primeiros sintomas?

As tonturas são sinais clássicos de gravidez. E, como tal, não poderia deixar de ser mencionada neste artigo. A ocorrência de tonturas pode ser dada pela queda de pressão arterial, anemia, redução dos níveis de açúcar no sangue ou mesmo alimentação insuficiente e, tudo isso pode ser culpa dos hormônios que alteram “a rotina” do organismo. Como curiosidade, em fase mais avançada de gestação, o útero grande acaba comprimindo a veia cava e, dessa forma, reduz o volume de sangue que é direcionado ao coração.  Assim sendo, é sempre recomendável que as grávidas passem a dormir de lado para não ter problemas.

Gravidez e Primeiros Sintomas: Aumento e eliminação de gases

Gravidez: Tem como reconhecê-la nos primeiros sintomas?

É possível que algumas mulheres experimentem a chata sensação do aumento de gases intestinais logo no inicio da gravidez. E esse incômodo é provocado pela progesterona que faz com que os tecidos do corpo relaxem. Com isso, o processo digestivo ocorre lentamente e se você comer alimentos mais pesados acabará sofrendo mais ainda com esses gases, os quais deverão liberar para não sofrer com as possíveis dores que logo surgem.

Como você percebeu esses foram alguns dos famosos sintomas que acometem as mulheres no início da gestação. Você possui alguma dúvida sobre eles? Utilize os comentários abaixo para enviar suas perguntas e dúvidas. Aguardo-te!

Muitas mulheres têm problemas com a ovulação, seja por atrasar esse processo natural e biológico do corpo feminino, seja ainda por uma questão de problemas na produção desses óvulos, fazendo com que essa ovulação não ocorra da maneira adequada.

Isso pode causar uma série de problemas, sendo o pior deles, a infertilidade, a qual, é a não capacidade de ficar grávida. Assim, nesse texto, serão dadas algumas dicas de como estimular a ovulação e assim, resolver esses problemas.

Como estimular a ovulação naturalmente?

Para quem não deseja fazer uso de nenhum tipo de medicamento para estimular a ovulação, existe uma maneira totalmente natural de realização essa ação. Basta aumentar bastante o consumo de inhame, já que esse elemento é extremamente benefício para os ovários.

Chá de inhame para estimular a ovulação {Receita}

O que fazer para estimular a ovulação

Para quem não gostar de colocar inhame na comida, tomar o seu chá também pode ser bastante eficaz, segue abaixo a sua receita:

Ingredientes que estimulam a ovulação

  • Uma casca de 1 inhame
  • Um copo de água

Modo de preparo

Para fazer o seu chá de inhame basta colocar os dois ingredientes em uma panela e deixar ferver por cinco minutos. Depois disso, deixe esfriar coe e bebe, assim, vai estimular o seu ovário a produzir mais óvulos.

Ainda não existe nenhuma grande publicação científica, a qual, comprove a eficácia do inhame, mas, já existem estudos preliminares, os quais, indicam que esse fruto faz bem para o ovário.

Remédio para estimular a ovulação

O que fazer para estimular a ovulação

Para quem deseja estimular a ovulação de forma artificial, existe dois ótimos medicamentos a serem usados nesses casos, que é o Clomifeno (Clomid) e a Gonadotrofina sintética. Esses dois remédios são excelentes para os ovários e fazem com que a produção de óvulos aumente de uma forma considerável, mesmo para as mulheres que tenham algum problema nesse órgão sexual.

Normalmente, a ovulação ocorre até sete dias depois do consumo desse medicamento, por isso, fique atento ao seu ciclo menstrual antes de fazer o seu uso.

É recomendando não abusar do uso desses medicamentos, já que os seus efeitos colaterais são fortes e podem causar sérias complicações na saúde as mulheres que o utilizam.