Category

Tentantes

Category

Se você percebeu que sua menstruação está atrasada, que sente facilmente tontura, náuseas e enjoos, além de uma sonolência e cansaço acima do normal é bastante provável que tudo isso só pode se referir a uma coisa: gravidez!

Ainda que, olhando superficialmente, os sintomas de gestação possam parecer extremamente estranhos e desconexos tem, quando se observa melhor e com mais atenção, fundamentos que só a biologia pode esclarecer.

Confira neste artigo alguns dos principais sintomas que indicam a possibilidade de que você realmente possa estar grávida. Venha comigo.

#1 Sintoma de Gravidez: Azia

Conheça os principais sintomas de gravidez

Azia e até refluxo podem ser mais do que uma indisposição comum e sim indícios de uma gravidez uma vez que, a digestão fica mais lenta por causa do aumento de progesterona na corrente sanguínea e o acúmulo de gases intestinais que acaba por provocar a incômoda queimação na região do esôfago e da garganta.

#2 Sintoma de Gravidez: Vontade de comer a toda hora

O seu organismo poderá pedir mais comida a você, para ele e para o novo bebê. Existem casos em que mulheres se tornam compulsivas por alimentos e se não tiver cuidados adequados pode ganhar peso além do necessário.

Ainda que seu corpo esteja se modificando, o ideal é comer pouco, com qualidade e, de preferência, a cada 3 horas. Deste modo, se você possui um ritmo alimentar e, do dia para a noite passa a ter outro, deverá parar de comer e verificar de onde vem toda essa fome.

#3 Sintoma de Gravidez: Corrimento Vaginal

Conheça os principais sintomas de gravidez

O aparecimento de corrimento na calcinha, seu formato e textura podem indicar os níveis de possibilidade de gravidez. É importante observar se ele possui as seguintes características: se é leitoso, transparente, espesso e sem odor. Se a resposta for positiva é sinal de que você está grávida.

#4 Sintoma de Gravidez: Manchas na Pele

Também conhecidas como Cloasma. São pigmentos de manchas que surgem, principalmente, na região das maçãs do rosto. Isso ocorre devido ao aumento das taxas hormonais. Entretanto, o Cloasma pode regredir, quando não é muito intenso, depois da gravidez, caso contrário, poderá deixar manchas na pele. Em todo caso, é sempre bom usar protetor solar como forma de se precaver.

#5 Sintoma de Gravidez: Alterações de pele e cabelo

Assim que a gestação é iniciada o corpo da futura mamãe sofre diversas alterações, inclusive, a pele e os cabelos como, por exemplo, o aumento ou diminuição da oleosidade. E a explicação para tal fato são as alterações hormonais que afetam a mulher de diversas formas.

Caso perceba que seus cabelos e pele não estão com bom aspecto é bom verificar a possibilidade de que esteja grávida e, em caso afirmativo, consultar com o seu médico as melhores formas de se fazer hidratação para protegê-los.

#6 Sintoma de Gravidez: Inchaço no corpo

Também conhecido como edemas. São comuns, principalmente, nas pernas. No início a incidência é menor, mas com o desenvolvimento da gravidez pode aumentar. É importante observar se esse inchaço não será muito grande, senão poderá correr o risco de sofrer pré-eclampsia.

Os inchaços, de modo geral, são provocados pela dificuldade de circulação sanguínea do organismo e compressão que o útero realiza sobre as principais veias do corpo. Para evitar, é sempre bom fazer, ainda que pequenos alguns suaves movimentos como breves caminhadas.

Esses sintomas podem surgir rapidamente ou demorar, pois isso varia para cada mulher. Mas a maioria ocorre nas primeiras semanas devido a várias alterações provocadas no organismo. E você, já teve algum desses sintomas? Que tal compartilhar sua experiência nos comentários abaixo? Aguardo ansiosamente.

É através da amamentação que o bebê absorve nutrientes, proteínas e vitaminas que são necessárias para que seu desenvolvimento seja saudável.

Como secar o leite materno

Especialistas recomendam que o bebê seja amamentado desde o momento de seu nascimento até seus dois anos de idade. O momento de amamentação é único, pois a partir dele se cria um vínculo afetivo e de confiança entre o bebê e a mãe.

No entanto, chega um momento em que o leite materno já não é mais suficiente para o bebê, e ele tem de começar a ingerir alimentos sólidos – aos poucos – até que ele começa a recusar o leite de mãe. Na teoria, o organismo da mulher deveria parar de produzir o leite materno, mas são pouquíssimos os casos em que isso ocorre e por isso, a mulher deve tomar outras providências para que seu leite seque.

A partir do momento em que o bebê recusa o leite materno, para a mãe, passa a ser um desconforto a produção do mesmo e por isso que secá-lo é importante, caso o mesmo não seque naturalmente. O processo de secagem do leite pode ser demorado e até mesmo doloroso, causando diversos desconfortos e incômodos para a mulher.

No período de secagem, alguns vazamentos de leite podem ocorrer e é por isso que a mulher deve usar roupas escuras, para que se não der para trocar de roupa, o vazamento não apareça. Estimular os seios nesse período é algo que deve ser deixado de lado, pois caso sejam estimulados, o organismo irá entender que o bebê ainda precisa de leite e aumentará a produção do mesmo.

Caso a secagem do leite não aconteça de modo natural, existem algumas dicas para auxiliar a mulher nesse processo. Segundo mulheres que já testaram essas dicas, as mesmas são muito eficientes e passam de geração para geração.

Dicas para secar o leite materno

As dicas envolvem folhas de couve, compressas de gelo, sálvia e algumas outras coisas que as mulheres sequer imaginam. As folhas de couve são constantemente recomendadas para mulheres que desejam secar seu leite materno.

Faça compressas com folhas de couve

É necessário que a mulher tome um banho morno ou quente, e após isso, ponha folhas de couve geladas dentro de seu sutiã, de forma que cubra seus seios e deixe-as lá por algumas horas, trocando-as quando necessário. A mulher deve fazer esse tratamento por cerca de cinco dias.

Como secar o leite materno

Faça também compressas com gelo

Outro método para a secagem do leite materno é o uso das compressas de gelo. A mulher deve aplicar essas compressas – envolvidas por um pano ou uma toalha – em seus seios diversas vezes durante o dia, por cerca de quinze minutos.

Tome Chá de Sálvia

A sálvia é um elemento que também auxilia as mulheres nesse processo, pois contém estrogênio natural, que seca o leite materno. As mulheres que desejam secar seu leite com o auxilio da sálvia, devem tomar chá seu chá de seis em seis horas todos os dias.

Mesmo com todas essas dicas, a mulher deve procurar ajuda de um especialista para o processo de secagem do leite, pois só ele a indicará o método mais eficaz. É comum que especialistas indiquem o uso de medicamentos que trabalhem sobre as glândulas mamárias, por serem mais eficazes durante o processo. Alguns especialistas receitam anti-inflamatórios para as mulheres em fase de secagem do leite, por ser um processo que, na maioria das vezes, vem acompanhado de dor intensa.

 

Qual casal apaixonado que não alimenta o sonho de ter um filho? Dificilmente se encontra algum que não tenha este desejo. É muito comum imaginarem diversas situações e até como será a “carinha” do bebê e a quem ele puxará mais.

Alguns casais possuem maior facilidade do que outros para realizarem este sonho, ou seja, basta “escolher o momento”. Mas e aqueles que sentem alguma dificuldade ou possuem algum problema físico?

Até os chamados casos de infertilidade já não são mais obstáculos como eram até certos tempos atrás. A medicina está cada vez mais avançada e os tratamentos, portanto, tem sido também mais eficazes. Além de acompanhamento profissional existem métodos alternativos naturais que podem também dar “uma forcinha” ao casal. Você sabe quais são? Confira neste artigo.

1- Consuma alimentos ricos em Vitamina E

Como realizar o sonho da gravidez em 5 passos

Tanto você quanto o seu parceiro não devem deixar de ingerir alimentos que contenham bastante vitamina E que é excelente para a fertilidade. Para isso, as melhores fontes são: carnes, gérmen de trigo, ovos, nozes e grãos integrais.

2- Aproveite o período fértil

É uma das melhores opções e a mais certeira! Só para lembrar, o período fértil dura aproximadamente 6 dias onde acontece a ovulação, ou seja, é o melhor momento para que se possa aproveitar ao máximo e realizar a tentativa.

Como realizar o sonho da gravidez em 5 passos

Alguns médicos aconselham os casais a terem relações, neste período, dia sim e dia não. Segundo eles, essa alternância é necessária para que o sêmen ejaculado possa manter a sua qualidade. É comum sugerir ao casal que tenha relações sexuais 3 vezes por semana a partir do fim da menstruação. Deste modo, serão realizadas 3 relações durante o período fértil com o sêmen de boa qualidade.

3- Evite o uso de lubrificantes no sexo

Segundo especialistas, o uso de lubrificantes vaginais não é recomendável para quem deseja engravidar uma vez que, eles mesmos dificultam o movimento dos espermatozoides em direção ao interior da vagina e assim pode reduzir as chances de fecundação.

Por outro lado, a saliva também é outro fator que dificulta a mobilidade dos espermatozoides, ou seja, se fizer o sexo oral antes da penetração é bastante possível que as chances de fecundação sejam reduzidas. Mesmo que ainda não existam estudos científicos que comprovem essas hipóteses, na dúvida, é melhor evitar.

4- Se afaste do cigarro e do álcool

Embora você saiba é bom ressaltar que estes dois itens podem dificultar a realização do seu sonho. Quando os homens fumam, a qualidade do seu sêmen é reduzida e quando é o caso da mulher os folículos ovarianos são danificados e a motilidade das trompas é diminuída. Quanto ao álcool ele prejudica mais as mulheres em sua capacidade fértil do que os homens. Então o melhor que se tem a fazer é evitar!

5- Tome cuidado com o estresse

Sim. Difícil não menciona-lo quando o assunto é saúde e bem-estar. O estresse sempre se torna um agravante em toda e qualquer situação. No caso de casais que tem dificuldades ou que já são mais idosos e desejam ter o primeiro filho é muito provável que a ansiedade tome conta por realizar este sonho e, se não conseguem rapidamente, abre-se espaço para a tristeza e frustração que acaba por dificultar ainda mais o processo. Por mais que ambos queiram muito um filho não devem tomar o desejo como obsessão, caso contrário, haverá até bloqueios psicológicos que retardarão ainda mais as chances de realização.

Esses 5 passos, embora simples, geralmente são ignorados por justamente serem simples, mas são logo eles que fazem a diferença na vida de muitos casais. Deste modo, não os ignore. Leia e releia este artigo quantas vezes achar necessário e se tiver dúvidas é só deixar uma mensagem abaixo ou nos enviar um email. Saúde e sucesso familiar!

Com a vida cada vez mais atribulada, cheia de compromissos e muito cansaço e estresse é provável que, o seu corpo te mande mensagens e você nem perceba, por isto é importante ficar atenta aos sinais emitidos pelo seu organismo uma vez que, as alterações hormonais são evidentes no período de gravidez. Neste artigo vamos te mostrar 4 sinais que podem indicar que você está grávida, antes mesmo da menstruação atrasar ou do teste de gravidez ser realizado.

Se você percebe que, do nada, começou a sentir algum mal estar como, por exemplo, náuseas, vômitos e até prisão de ventre é bom parar e observar se esses sintomas não são indicio de um processo maior chamado simplesmente de gravidez.

Sinais que podem indicar que você está grávida

Sinais de Gravidez #1: Náuseas e vômitos

Embora seja bastante comum, a ocorrência pode variar de mulher para mulher. Há casos em que sente somente náuseas e em outros acontecem os dois. Quando associados à possibilidade de gravidez é comum surgirem por volta da quinta ou sexta semana (primeiro trimestre) e, na maioria das vezes, durante o período da manhã.

Provavelmente, o surgimento de náuseas e vômitos na gravidez pode estar associado ao aumento dos níveis de hormônios como o HCG (Gonadotrofina coriônica humana) que é responsável por sinalizar o hipotálamo a mobilizar as reservas de gordura.

Mas, outro hormônio que também pode ajudar nesse problema é a progesterona que contribui para que o estômago da gestante fique preguiçoso, ou seja, demore mais tempo para se esvaziar e, com isso, a mulher acaba sentindo facilmente a sensação de “estar sempre cheia”.

Sinais de Gravidez #2: Prisão de Ventre e Constipação Intestinal

Como a gravidez é sinônima de alterações e aumento de hormônios é muito comum que surja a prisão de ventre que também é conhecida pelo nome de obstipação. E como a região mais afetada é justamente o intestino – devido à proximidade da barriga e útero – que acaba ficando com menor possibilidade de expansão, ou seja, fica comprimido já que o útero começa a aumentar.

Se o intestino fica com sua capacidade de compressão diminuída acaba por prejudicar o trânsito normal das fezes em direção à evacuação. E, desta forma, provoca as dolorosas prisões de ventre.

Sinais de Gravidez #3:Barriga Inchada

Sinais que podem indicar que você está grávida

Outro desconforto facilmente sentido pela mulher. Em caso de gravidez isso acontece porque o útero está em processo de expansão como forma de preparar a barriga para que consiga suportar o crescimento uterino. Contudo, o crescimento da barriga só começa após a 16ª semana de gestação onde ela se tornará dura.

Sinais de Gravidez #4: Sono e Cansaço Excessivo

Ainda que você realize diversas tarefas que possam ser bastante cansativas, o sono e o cansaço que a gravidez proporciona são diferentes daquele que percebe em sua rotina.

Você está se sentindo estranha e indisposta e não sabe o que pode ter provocado esse mal estar? Para saber exatamente o que pode estar acontecendo contigo é importante que você observe todas as reações do seu organismo, o qual envia sinais o tempo todo. Neste artigo você vai conhecer os Sintomas de Gravidez na primeira semana e identificar se está grávida.

É claro que se você começa a sentir enjoos repentinos ou acaba vomitando, logo se pensa na possibilidade de que esteja grávida. Como se sabe, desde o primeiro dia da concepção, o corpo feminino sofre constantes alterações que prevalecerão até o período pós-parto.

As principais modificações são realizadas nos hormônios, afinal o seu corpo precisa se adaptar para comportar um novo ser que logo será formado. Por outro lado, o aparecimento dos sintomas e seus reflexos no corpo da mulher podem se apresentar com intensidades diferentes, já que cada organismo reage de um jeito.

Se você tem dúvidas ou suspeita que possa estar grávida, leia todo este artigo com atenção, pois nele você encontrará os principais sintomas de gestação na primeira semana. Confira.

Sintomas de Gravidez iniciais

Como identificar os Sintomas de Gravidez nas primeiras semanas?

Como assim? Explico. Nem sempre é fácil identificar (com toda a certeza) que você realmente engravidou na possível primeira semana de gestação, uma vez que o seu organismo pode não apresentar um “grande sintoma específico de gravidez” que se afirmaria, com todas as letras, que “pronto, estou grávida!”.

Muitas mulheres relatam que não sentiram nada na primeira semana, como também nada na segunda e só perceberam que seu corpo estava se “comportando de forma diferente” algumas semanas depois. Porém, algumas outras perceberam alguns “probleminhas” que indicavam a gestação, embora a mais comum (e fatídica) seja a menstruação. De qualquer modo, é importante que você preste sempre muita atenção ao seu corpo.

Sintomas de Gravidez iniciais

Quais são Sintomas de Gravidez nas Primeiras Semanas?

Menstruação atrasada é um sintoma de gravidez nas primeiras semanas?

Quem possui o ciclo menstrual regular consegue perceber quando surge uma gravidez, mas uma boa parte das meninas e mulheres não possui o hábito de verificar a “tabelinha”. Neste caso, ficam aguardando a chegada que pode ser amanhã ou depois de amanhã. Mas, e se não chega? Surge rapidamente à preocupação acompanhada do pensamento “será que estou grávida?”.

Bom, como aprendemos nas aulas de Biologia, a gravidez surge da ausência da menstruação, ou seja, quando o óvulo foi fecundado durante “o prazo biológico” pelo espermatozoide. Quando isso não acontece, todo aquele material é expelido em forma de… menstruação!

Então se a sua já está atrasada é bom ficar atenta aos próximos sinais!

Alteração de humor

Começou a se sentir instável e por qualquer coisa (principalmente sem motivo) você começa a chorar, fica irritada ou de repente sente uma profunda melancolia poderá ser sinal de que o seu corpo começou a se modificar.
Alteração de sono e cansaço

Se você percebe que o seu sono aumentou e por mais que durma bem a sensação é de que precisa dormir mais, ou se começou a sentir o cansaço excessivo, principalmente sem ter realizado nenhum esforço que o justifique, pode ser um sinal de gravidez.

Inchaço abdominal e mamas sensíveis

Estranhamente você sente a sua barriga muito inchada, às vezes é acometida por cólicas ou contrações semelhante ao período pré-menstrual ou ainda percebe que suas mamas estão mais sensíveis e tudo lhe provoca dor e incômodo.

Estes sintomas podem variar para cada mulher, o ideal é que você observe o seu corpo e a qualquer alteração, consulte o seu médico.

Espero que tenha gostado desse artigo. Não deixe de compartilhar com as suas amigas, tá.

Se o seu sonho é engravidar de gêmeos, saiba que o fator genético é determinante e o grau de possibilidades de gera-los pode ser maior ou menor quando se tem casos semelhantes na família.

Você deve estar se perguntando se existe alguma forma simples que lhe ajude a realizar este importante sonho, mesmo que não tenha gêmeos na família, não é mesmo? Foi pensando nisso que preparei este artigo para que possa te auxiliar, independente da sua situação genética.

Confira abaixo 7 dicas de Como Engravidar de Gêmeos:

  1. Consuma produtos lácteos
    Uma boa dica para engravidar de gemêos é ingerir diariamente leite, queijo, iogurte e outros derivados do leite devido ao estímulo natural que substâncias originadas da lactose podem proporcionar. Para não correr riscos, busque a orientação de um profissional que te auxilie a montar o cardápio diário pois estes produtos são bastante calóricos;
  2. Atente-se ao período de amamentação
    A dica é baseada em estudos realizados sobre o assunto, os quais apontaram que as chances de gravidez de gêmeos são bem maiores neste período do que em outros momentos (não custa tentar!);
  3. Tente engravidar após os 35 anos de idade
    De acordo com alguns estudiosos, a mulher que já passou dos 35 anos tem mais chances de engravidar de gêmeos devido ao aumento de um hormônio folículo-estimulante, que permite maior liberação de óvulos no mesmo ciclo menstrual.engravidando de meninas gemeas
  4. Abra mão do anticoncepcional
    Se você toma regularmente a pílula experimente ficar sem o seu uso durante um ou alguns dias. Esse ato vai fazer com que você ovule acima da sua média devido a possível compensação do seu organismo;
  5. Coma bastante mandioca
    Essa dica vem direto dos habitantes da tribo Yorubá, na Nigéria.
    Por lá, a média de nascimento de gêmeos é de 1 para 11 gestações. Mas qual é o segredo desse vegetal? Ao que parece, existe uma substância presente na mandioca que estimula a hiperovulação, ou seja, as chances naturais se tornam significativamente maiores!
  6. Recorra a técnicas de fertilidade
    Alternativas como inseminação artificial, reposição hormonal e fertilização in vitro são excelentes para se obter uma gravidez de gêmeos, já que o médico precisa implantar um embrião a mais no útero.

Engravidar de gêmeos com o indutor Clomid

Além das várias dicas dadas acima que podem te auxiliar a aumentar a probabilidade de que ter filhos gêmeos, existem outros truques que estão intimamente ligados a certos tipos de medicações.

como engravidar de gemeos naturalmente

Algumas mães leitoras afirmaram que fazendo uso do medicamento Clomid que nada mais é do que uma espécie de estimulante ovulatório (indutor de ovulação) que faz com que o organismo feminino libere um óvulo a mais do que o natural dentro do mesmo período fértil para que assim consiga engravidar.

Porém, como se trata de um medicamento, o mesmo só deve ser utilizado quando o seu médico de confiança indicar (caso seja realmente necessário).

engravidar de gemeos passo a passo

Como você viu são dicas simples e interessantes. E para ter mais sucesso, não deixe de conversar sobre o assunto com o seu médico. Boa sorte!

Ah, não se esqueça de deixar a sua curtida abaixo, ok?

Como engravidar rápido? – Esta é uma pergunta comum entre as mulheres que desejam realizar o sonho da maternidade. A tarefa de gerar um bebê pode ser mais difícil do que se imagina, principalmente em casos de idade avançada, problema de infertilidade ou simplesmente muita expectativa.

7 dicas para engravidar rápido

Confira a seguir dicas para engravidar rapidamente:

1. Identifique o período fértil   

O principal truque para conseguir engravidar está na identificação do período fértil. A mulher precisa descobrir quando acontece a ovulação para aumentar as chances de concepção.

Em um ciclo menstrual de 28 dias, o dia fértil é o 14º. No entanto, como nem sempre os óvulos são liberados da mesma forma, é importante ter relações sexuais dois dias antes e dois dias depois do dia fértil.

Não está conseguindo calcular o seu período fértil? Então use a Tabelinha para engravidar.

como-engravidar-hoje

2. Depois do sexo, permaneça deitada

Depois de ter relações sexuais com o companheiro, a mulher deve permanecer deitada por 15 minutos, sem se limpar. Este cuidado ajuda os espermatozoides alcançarem o óvulo.

3. Melhore a alimentação

A alimentação também influencia nas chances de engravidar rápido. A mulher deve, por exemplo, consumir alimentos que atuam no sistema hormonal, como gérmen de trigo, grão de bico, óleo de girassol, azeite e ovo. O cardápio precisa ser rico em vitamina E, zinco e vitaminas do complexo B.

4. Espermatozoides mais saudáveis

O homem que deseja ter um bebê também precisa cuidar da saúde dos seus espermatozoides. Já está comprovado que sêmen saudável, forte e abundante aumenta significativamente as chances de fecundação.

Há várias formas de melhorar a qualidade do esperma, como evitar bebidas alcóolicas, não fumar, consumir alimentos ricos em zinco e vitaminas e evitar banhos muito quentes.

5. Evite a ansiedade

A ansiedade é uma das principais inimigas da gravidez. Quando a mulher está ansiosa, ela tem mais chances de ficar estressada e assim o seu hipotálamo (glândula que regula os hormônios da ovulação) não funciona adequadamente.

A mulher que quer engravidar rapidamente precisa curtir os momentos íntimos e manter a tranquilidade.

6. Medicina chinesa

A acupuntura é uma técnica que tem ajudado muitas mulheres a engravidar. O tratamento com agulhas nos pontos certos é ótimo para aumentar a fertilidade feminina. Algumas ervas naturais chinesas também ampliam as chances de gravidez, como Astragalo e Ginseng.

7. Procure ajuda médica

Se nenhuma das dicas anteriores funcionar dentro do prazo de 12 meses, a mulher deve procurar ajuda de um médico. Após uma avaliação, é possível descobrir qual problema está dificultando a gravidez e assim tratá-lo da maneira mais adequada.

 

A tabelinha para engravidar vem sendo adotada por muitas mulheres que desejam realizar o sonho da maternidade. Este método permite calcular o período fértil, ou seja, descobrir quais são os dias mais propensos para acontecer uma fecundação.

Como fazer a TABELINHA FÉRTIL para engravidar?

O primeiro passo para fazer a tabelinha é anotar no calendário os dias da menstruação. Fazendo isso, a mulher tem condições de visualizar melhor o seu ciclo menstrual e calcular o seu período de maior fertilidade.

Tabelinha PARA ENGRAVIDAR
Exemplo de Tabelinha PARA ENGRAVIDAR(Salve e Imprima para controlar seu PERÍODO FÉRTIL!!!).

Período Fértil – Como identificar?

Se o ciclo menstrual é de 28 dias, então é necessário marcar o 1º dia de menstruação no calendário e contar mais 14 dias a partir desta data. Este será o dia mais fértil para a concepção de um bebê.

O dia fértil de uma mulher pode variar de acordo com as situações. O estresse, a má alimentação e as alterações hormonais podem afetar o funcionamento da tabelinha para engravidar. Desta forma, é sempre recomendado ter relações sexuais com o marido dois dias antes e dois dias depois do dia fértil. Tomando este cuidado, não há chances de deixar o período fértil passar.

O período fértil de uma mulher nada mais é do que o meio do ciclo menstrual. Se ele dura 28 dias, então o 14º é o dia fértil. No caso de um ciclo de 34 dias, o 17º dia será o ápice de fertilidade de uma mulher. Enfim, o cálculo da tabelinha costuma ficar mais complicado no caso das mulheres que possuem a menstruação totalmente desregulada.

Para que as mulheres possam entender melhor a mecânica da tabelinha, considere o seguinte EXEMPLO: Luísa tem um ciclo menstrual regular de 28 dias. Ela menstruou no dia 1º de agosto, então para conseguir engravidar ela precisa ter relações sexuais com o seu parceiro entre os dias 12 e 16 desse mesmo mês.

TABELA PARA ENGRAVIDAR!
TABELA PARA ENGRAVIDAR!

Calculadora online do período fértil

Está com dificuldades para fazer a tabelinha e calcular o período fértil? Então use a calculadora criada pela loja Alô Bebê. Ela vai descobrir os melhores dias para engravidar através da data da última menstruação e do ciclo. A calculadora mostra os períodos de fertilidade em calendários, considerando os próximos seis meses.

A tabelinha FÉRTIL para engravidar funciona ou não?

A tabelinha para engravidar é eficaz para quem tem um ciclo menstrual regular, mas ela pode não funcionar no caso de uma mulher que não sabe ao certo a data da sua próxima menstruação.

A mulher que possui um ciclo menstrual inconstante deve substituir a tabelinha por um teste de ovulação de farmácia, que consegue descobrir o período de fertilidade através da urina.